Campanha “Janeiro Branco”, em São Simão, promove ações e discute cuidados sobre saúde mental

Todos os anos desde 2014, durante o mês de janeiro, a cor branca que acompanha os pedidos de paz do réveillon ganha outro apelo: a conscientização para importância do cuidado com a saúde mental. Mostrar às pessoas que elas precisam olhar para si e que qualidade de vida também significa estar em equilíbrio emocional é o ponto central da campanha Janeiro Branco.

Primeiro mês do ano, janeiro foi estrategicamente escolhido pelo criador da campanha, o psicólogo mineiro Leonardo Abrahão, para se tornar o marco temporal da reflexão sobre a saúde mental por ser um período em que as pessoas estão mais propícias a pensar a respeito da vida, traçar as metas de um novo ano e mudar de hábitos.

Em São Simão, para celebrar a data e chamar a atenção da população, houve uma série de atividades e atendimentos ofertados à comunidade, na manhã desta sexta-feira (31). Toda uma estrutura foi montada em frente a secretaria da Saúde e disponibilizados serviços como pilates, yoga, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, roda de conversa, palestras, maquiagem, massagem, acupuntura, exposição de quadros, música ao vivo com o professor Marcos Vinicius e o aluno João Gabriel Marques,  do Centro Cultural Iara de Almeida, entre outras ações.

A campanha Janeiro Branco tem por finalidade trabalhar por uma cultura de saúde mental, buscando promover a circulação de informações e de conhecimentos para conscientizar a humanidade, bem como, as autoridades governamentais e legislativas do mundo, a respeito da importância de estratégias e de politicas públicas voltadas para a promoção da saúde mental na sociedade.

São Simão conta com um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), que é um órgão especializado em cuidados de prevenção e atendimento em saúde mental.  O CAPS Florescer tem suas funções voltadas ao acolhimento de usuários com transtornos mentais severos e persistentes, oferecendo atendimentos médicos e psicossociais, além de trabalhar no desenvolvimento de atividades em grupo, visitas domiciliares e outras ações que estimulam a integração social e familiar.

Para o prefeito Ibinho, presente na solenidade de abertura da campanha, cada um de nós tem por obrigação defender a saúde mental multiplicando ações que viabilizem o combate ao adoecimento emocional dos indivíduos.

“Nosso intuito é atrair a atenção da sociedade para a importância dos diálogos sobre a saúde mental e como diz o slogan da campanha: Quem cuida da mente, cuida da vida!” Comentou.

A psicóloga Ana Flávia Mororó, Coordenadora do CAPS Florescer, durante palestra, explicou que é fundamental discutir sobre o tema, pois ainda existe preconceito e falta de informação sobre doenças mentais. “É importante que haja uma conscientização a respeito disso. Antes as pessoas com transtornos mentais viviam isoladas, hoje não é mais assim. É essencial falarmos sobre isso. Por isso a campanha agrega muito”, esclarece.

No município, o desenvolvimento de ações relacionadas ao tema cresce a cada ano e, a Prefeitura apoia e incentiva a propagação dessa campanha como forma de conscientização social por englobar uma causa relevante em âmbito mundial.

O jovem pintor Jonatan Vicente dos Santos que, teve seus quadros expostos durante o evento, é um exemplo do sucesso das ações desenvolvidas pelo CAPS, no município.

Ele é usuário do CAPS e aluno do curso de pintura do Centro Cultural Iara de Almeida, ministrado pela Instrutora de Reciclagem e Pintura em Tela, Nizilda Batista de Paula. “Eu cheguei até o CAPS por causa da minha mãe. Depois que ela viu minha arte em casa, me colocou no Centro Cultural para desenvolver meu trabalho de pintura e fazer capoeira. Tô gostando e gostaria de agradecer a Deus, porque se não fosse por ele, não estaria aqui hoje. Agradeço também a oportunidade de expor meus quadros para vocês e quero fazer um agradecimento especial à minha professora Nizilda”, disse.

Em São Simão e Itaguaçu, a campanha é uma realização da Secretaria de Saúde, em parceria com o CAPS Florescer, NASF, Senac/Quirinópolis e tem o apoio da Prefeitura.

Participou do evento, o prefeito Ibinho; a vereadora Ana Maria; o vereador Adriano Pimenta, que é acupunturista e realizou diversos atendimentos durante o evento; os secretários Wilson Pimenta (Administração) e Divino Nogueira (Educação); a Coordenadora do CAPS Florescer, Ana Flávia Mororó; a Diretora-Geral do Hospital Municipal, Edna Biaso; a Coordenadora de Vigilância em Saúde, Michelle Santos Cortês; a Coordenadora das Unidades Básicas de Saúde, Jéssica Fernanda; a terapeuta corporal em barra de access, Elisangela Barbosa, de Rio Verde; a instrutora de yoga, Silvana Rodrigues, do Studio de Yoga Shanti; o instrutor de pilates, Ulisses Nakamura; a representante do Senac/Quirinópolis, Jaqueline; além de profissionais como psicólogos, assistente social, nutricionista, fisioterapeutas, enfermeiros, educadores físicos, técnicos em enfermagem, esteticista e maquiadores.