Prefeitura arrecada mais de R$ 240 mil em leilão de veículos e sucatas

Com o objetivo de reduzir os custos com equipamentos antigos e promover a renovação da frota de veículos, a Prefeitura de São Simão promoveu, no último dia 09 de março, um leilão para a venda de veículos e sucatas diversas. A alienação aconteceu no pátio do Premoldados II e visou a venda de veículos, motocicletas e máquinas, que já não mais são usados pelo poder público.

O prefeito Ibinho, ressaltou que a importância deste leilão se dá na arrecadação realizada que retornará em benefícios para a comunidade, de acordo com o plano de governo e, afirmou que para a comunidade foi uma oportunidade de adquirir veículos em baixo custo, desde caminhões até motocicletas.

A avaliação inicial de todos os bens foi feita pela Comissão de Avaliação de Bens Móveis e, apontou como valor mínimo para os 36 lotes, R$ 211.400,00 mil. Comissão está formada por servidores municipais e nomeada por meio do Decreto Municipal 1.026 de 14/09/2017.

Na presença dos interessados e da comissão municipal, o leiloeiro Antônio Brasil, iniciou os trabalhos e em poucas horas quase todos os lotes já tinham sido arrematados. Dos 36 lotes postos à disposição no leilão presencial, somente seis deixaram de ser arrematados, arrecadando um total de R$ 247.350,00 (duzentos e quarenta e sete mil e, trezentos e cinquenta reais).

Ibinho avaliou o leilão como positivo. “Tivemos lotes com valores acima do esperado, ao todo a Prefeitura conseguiu arrecadar quase R$ 250 mil, esses recursos serão reinvestidos na frota municipal, voltando os recursos em novos equipamentos para auxiliar na prestação de serviço a comunidade de forma em geral”, ressaltou.

O secretário de Administração, Wilson Pimenta, afirmou ser importante que a população saiba que tudo o que foi leiloado não tem mais serventia para o município.

“Isso não quer dizer que para um terceiro não possa ser reaproveitado. Então o objetivo foi dar um melhor destino para este patrimônio, por isso foi feito um levantamento bem apurado priorizando a eficiência”, ressaltou.