“Marcha Contra as Drogas e a Violência” mobilizou dezenas de pessoas na cidade

Junho é o mês que marca mundialmente o combate ao uso de drogas e uma grande caminhada realizada na tarde deste sábado, 29, chamou a atenção da população para as políticas de prevenção e combate ao uso de drogas e a violência em São Simão e Itaguaçu.

O ato organizado pela comunidade evangélica saiu da Praça do Skate, no bairro Jardim Liberdade I, e percorreu a Rua 14 e a Avenida Goiás. A concentração ocorreu na Praça Central Júlio Bernardes de Oliveira, onde participaram da inauguração do Monumento à Bíblia Sagrada.

“O objetivo é criar uma cultura contra as drogas e a favor da paz, mobilizar a juventude para dizer não às drogas, envolver instituições públicas e privadas, autoridades políticas, militares e eclesiásticas no enfrentamento ao problema”, disse o Pastor Arnon José Afonso, da Casa de Recuperação Shalon.

De acordo com o prefeito Ibinho, que participou do ato na Praça Central, a dependência química causa diversos problemas de ordem pessoal e social. Segundo Ele, inúmeras são as pessoas afetadas com o problema, e isso independe de classe, cor ou credo. “Além de devastar a vida das pessoas que se tornam dependentes, causando problemas na estrutura familiar, relacionamentos, no desempenho funcional, na saúde e nas finanças, as drogas também geram problemas de segurança pública, pois para satisfazer o vício, grande parcela dos dependentes ingressam na criminalidade”, ressaltou.

A marcha contou com o apoio da Polícia Militar, que cuidou da organização do trânsito.