Em ação conjunta, secretarias de Infraestrutura, Transportes e Turismo realizam mutirão de serviços no aterro sanitário

A prefeitura promoveu uma série de ações para a manutenção geral do aterro sanitário. Situado às margens da BR-364, o aterro recebe diariamente entre 15 e 18 toneladas de lixo doméstico e outras 5 toneladas de resíduos de entulhos. Material este coletado por máquinas, caçambas e agentes de limpeza da prefeitura.

Entre esse materiais estão garrafas pet, móveis, eletrodomésticos e latas, além de restos de materiais de construção de obras particulares que são jogados em ruas e terrenos baldios.

Durante toda a última terça-feira, 25, equipes da Melo & Silva e das secretarias de Turismo e Meio Ambiente, Infraestrutura e de Transportes fizeram a limpeza de toda área com roçagem, extirpação de árvores invasoras, revitalização e acero da estrada que faz o anel interno do aterro. Houve também a realização da limpeza da trincheira do lixo doméstico para que a mesma possa receber a impermeabilização e, seja utilizada em conformidade com as normas estabelecidas pela Lei Ambiental.

De acordo com a Secretária de Turismo e Meio Ambiente, Danilla Soares, a prefeitura realiza inúmeras intervenções para que a cidade fique mais limpa e segura, porém é necessário que a população faça sua parte.

“Apesar das inúmeras ações que a prefeitura tem realizado para minimizar o problema do descarte irregular e inadequado do lixo na cidade, como a implantação do Calendário da Coleta Seletiva, se não houver o comprometimento e a parceria da população, todo esse trabalho acaba sendo insuficiente para solução da questão. Precisamos que a população nos ajude nesta batalha por uma cidade mais limpa e educada”, disse.

Para o Engenheiro Civil, Paulo Resende, o lixo é um dos maiores vilões na questão da saúde pública. “Para evitar que o aterro se torne num verdadeiro foco de doenças e criadouro de insetos e animais peçonhentos, medidas como as que estão sendo tomadas hoje, devem ser realizadas de forma constante”, explicou.

Acompanhou os serviços o Engenheiro Civil, Paulo Resende, os secretários Augustinho Maurício da Silva (Infraestrutura), Amauri Romão (Transportes) e Danilla Soares (Turismo e Meio Ambiente).

Você pode gostar...