Blitz educativa e panfletagem chama a atenção para prevenção do abuso sexual de crianças e adolescentes

Para marcar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, instituído em 18 de maio, blitzes educativas com panfletagem foi realizada na manhã desta sexta-feira (17).

A ação, que teve o objetivo de chamar a atenção para a importância do assunto, foi realizada pela Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, juntamente com CREAS e participação do Conselho Tutelar, aconteceu em diversos pontos da cidade para ressaltar a importância de proteger as crianças contra o abuso e exploração de sexual de menores.

Durante, as blitzes foi passado aos motoristas que é possível identificar sinais e modos nas crianças que foram vítimas de algum abuso sexual e qual a importância de fazer a denúncia efetiva.

As equipes distribuíram material explicativo sobre o que é abuso, suas formas, quais os sinais a serem reconhecidos e onde denunciar.

O objetivo da ação foi conscientizar a sociedade de forma geral sobre a gravidade da violência sexual e combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Os atos de pedofilia e o abuso sexual podem ser denunciados no disque 100, na Polícia Militar, Conselho tutelar e na Promotoria de Justiça.

Por que 18 de maio?

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.

Com a repercussão do caso, e forte mobilização do Movimento em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes, 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

Você pode gostar...